Definição

 

Os códigos de barras são o meio mais eficaz para a identificação rápida de produtos mediante a conversão pelo computador da leitura feita por um sensor.

 

Existem quatro tipos de leitores de códigos de barras e cada um usa uma tecnologia diferente para ler e decodificar um código de barras: leitores de tipo esferográfico, scanner, laser, leitores CCD e leitores com câmeras. A frente de caixa trabalha com os leitores a laser e CCD.

 

Leitores via serial

 

Os leitores que usam protocolo de comunicação serial são mais seguros, rápidos e mais práticos.

 

Os scanners a laser consistem em uma fonte de luz (laser) e um foto diodo. Para a leitura, arrasta-se a ponta sobre o código de barras num movimento linear e delicado.  Normalmente usam um espelho ou um prisma para dirigir o raio sobre toda a superfície do código de barras. Um foto diodo é responsável por medir a intensidade da luz refletida a partir do código. As barras escuras do código de barras absorvem luz e os espaços brancos a refletem e assim formam a onda que volta para o foto diodo. Este tipo de onda é decodificado pelo scanner de uma maneira semelhante à decodificação dos pontos e riscas do código Morse.

 

O protocolo de comunicação deste tipo de scanner é mais comum ser serial. Este tipo de scanner é o mais recomendado a ser usado na frente de caixa.

Existem também o scanners bi-óticos, que geralmente possuem scanner e balança juntos.

 

 

Leitores via teclado

 

Os leitores via teclado são mais comuns no modelo CCD (Charge Coupled Device) que usam uma matriz com centenas de pequenos sensores de luz alinhados em uma linha na cabeça do leitor. É como se cada sensor fosse um foto diodo que mede a intensidade da luz recebida. Cada sensor de luz individual no leitor CCD é muito pequeno e, como há centenas de sensores alinhados, gera-se um padrão idêntico ao padrão do código de barras.

 

A diferença mais significativa entre um leitor CCD e um leitor laser é que o primeiro mede a luz ambiente refletida pelo código de barras enquanto os outros emitem sua própria luz para fazer as medições.

 

É comum este tipo de scanner terem como protocolo a comunicação via teclado. Este tipo de scanner tem um custo inferior ao a laser (serial), porém ele é mais lento também. Não recomendamos usar este modelo.

 

 

Marcas

 

As marcas mais utilizadas e testadas na Frente de caixa são Metrologic e NCR.

Para saber mais: http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI157168-EI1426,00.html